12 de julho de 2017

Grand Canyon visto de todos os ângulos


A paisagem preenche até onde a vista alcança. Da borda de um desfiladeiro naquela imensidão rochosa, você se sente pequeno, e é bom que seja assim. Esse talvez seja o maior ensinamento que o Grand Canyon tem a nos dar. 

Declarado patrimônio mundial pela Unesco, o parque é um dos destinos mais visitados nos Estados Unidos. A vocação para o turismo começou há muito tempo, ainda na década de 1920, quando os primeiros aventureiros endinheirados enfrentaram horas de viagem de trem e em dorso de mulas para conhecer o tal paraíso exótico. 

Hoje o acesso é bem mais fácil, mas a maior aventura continua sendo vencer os paredões do canyon e chegar lá embaixo no Rio Colorado. Aí você entende a grandiosidade do lugar.

 Leia mais...



1 de janeiro de 2017

Caraíva, Corumbau e Espelho: trio de sossego no sul da Bahia


Localizados numa das regiões mais badaladas do litoral brasileiro, os vilarejos de Caraíva, Corumbau e Espelho surgem no sul da Bahia como oásis de tranquilidade e sossego. Os três ficam a poucos quilômetros da praia de Trancoso, mas a vocação é exatamente o oposto da vizinha. Enquanto Trancoso atrai pelo luxo e agitação à beira-mar, Caraíva, Corumbau e Espelho convidam ao relaxamento, à desaceleração do ritmo frenético urbano, à simplicidade. É chinelo de dedo, roupas leves e pé na areia. 

O trio cabe sem estresse num roteiro de uma semana. Caraíva é a maior delas, tem mais opção de hospedagens e, portanto, serve como base para conhecer as vizinhas. Para a praia de Corumbau, o transporte mais indicado é bugue. Para ir até a praia do Espelho, carro vai tranquilamente.
 Leia mais...



13 de agosto de 2016

Chapada dos Veadeiros é boa, bonita e barata


Confesso que sempre que alguém me sugeria gastar alguns dias na Chapada dos Veadeiros eu fazia cara de desconfiada. Eu tinha a ideia de que o parque era daqueles em que você anda, anda e anda e o máximo que tem como recompensa é uma visão à distância de suas belas cachoeiras. Mas eu estava errada! A chapada do interior de Goiás permite a seus visitantes desfrutar de suas belezas, além de contemplá-las.

Claro, que, para isso, é exigida uma dose de sacrifício. Eu conheci as duas trilhas mais visitadas no parque (Canyons e Saltos/Corredeiras). Em qualquer uma delas, uma hora e meia de caminhada em trilha de terra, conhecendo a vegetação típica do cerrado brasileiro, é suficiente para chegar a poços de água com piscinas enormes e cristalinas. São cachoeiras com banho garantido e na companhia de pequenos peixesLeia mais...



8 de maio de 2016


Um dos lugares mais antigos do planeta, o Monte Roraima é uma legítima selva de pedra. No topo, pedras imensas e negras desafiam a imaginação de qualquer um com suas formas inusitadas esculpidas pela natureza há mais de 2 bilhões de anos _ sim, essa é a idade estimada do Roraima. Na paisagem monocromática e bruta, flores de cores vibrantes e delicadas que só existem ali brotam das rochas e parecem desafiar a própria existência. O corpo extenuado pela subida é revigorado em jacuzzis naturais. Tudo nesse gigante parece conspirar para deixar em seus visitantes uma experiência marcante, seja de superação, reencontro ou descoberta.

Já se foram 132 anos desde a primeira expedição oficial para desvendar os mistérios do Tepuy Roraima, comandada por dois ingleses em 1884, e, ainda assim, boa parte dessa "ilha" encravada no meio do nada na fronteira entre Brasil, Venezuela e Guiana com seus paredões intimidadores de cerca de um quilômetro de altura continua inexplorada.
 Leia mais...



6 de fevereiro de 2016


Uma fila de dromedários sacoleja pelo chão de areia avermelhada do Saara, deixando para trás mais um por do sol na duna de Erg Chebbi, a mais procurada do sul de Marrocos. Com o céu já escurecendo, os visitantes se equilibram ansiosos sobre o dorso dos animais rumo ao ponto mais esperado da viagem: acampar uma noite no maior deserto do mundo.

Esqueçam barracas de camping, sacos de dormir e fogareiros. Os acampamentos destinados ao turismo no lado marroquino do Saara são versões mais charmosas, com tendas bem decoradas, cama, banheiro privativo e jantar com performances de artistas locais ao redor de uma fogueira regadas a vinho. Com disposição, é possível caminhar até o topo de uma duna próxima ao acampamento e contemplar o incrível céu e o silêncio da noite no deserto. 
 Leia mais...